Sábado, 24 de Agosto de 2019

8/8/2019 - Piracicaba - SP

MamAÇÃO reúne cerca de 350 mães e gestantes na Estação da Paulista




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Piracicaba

Dentro da programação do mês de aniversário de 252 anos de Piracicaba, foi realizado nesta tarde (06/08), na Estação da Paulista, o 3º MamAção, evento de incentivo ao aleitamento materno. Cerca de 350 mulheres, entre mães e gestantes, vendas de todos as regiões da cidade, participaram da festa organizada pela Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Atenção Básica (DAB), em parceria com o Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC), Santa Casa Saúde, Unimed, com apoio de várias empresas e instituições. A atividade integra a Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), que prossegue nesta quarta-feira (07/08) e quinta-feira (08/08), conforme agenda abaixo.

IMG_5077

Para o prefeito Barjas Negri, o evento sobre aleitamento materno, além de disseminar informações importantes para a saúde do bebê e de suas mães, contribui também para a redução da mortalidade infantil no município. “Este é um momento especial. O trabalho permanente da Rede de Atenção Básica ao lado das gestantes e das mães, como vem sendo desenvolvido, é fundamental para tirar todas as dúvidas, fortalecer os laços familiares e proporcionar mais qualidade de vida às nossas crianças e familiares, reduzindo assim o índice de mortalidade infantil, o que significa um futuro melhor para todos”, disse.

O secretário de Saúde, dr. Pedro Mello destacou que a amamentação, além de todas as vantagens já conhecidas, eleva o nível intelectual da criança, que, por isso, terá uma vida adulta mais saudável e conseguirá se posicionar melhor no mercado de trabalho. “Os estudos indicam que o leite materno é a chave para o desenvolvimento saudável e o melhor nível intelectual da criança, que vai poder desenvolver plenamente todas as suas habilidade e ser um adulto bem sucedido”.

 

O presidente do HFC, José Coral, o diretor técnico da Santa Casa, Rui Nogueira, e o presidente da Unimed, Carlos Alberto Joussef, também se manifestaram destacando a importância do trabalho coletivo de incentivo ao aleitamento materno e ao parto natural. Falaram sobre a amamentação como “um ato nobre” e “fundamental” para a vida do bebê, que deve ser defendido com afinco pela Rede Municipal de Saúde. Coral destacou ainda o trabalho do Banco de Leite Humano e sua função no atendimento das mães que não podem amamentar e das crianças prematuras.

Após a cerrimônia de abertura, a contadora de história Carmelina de Toledo Piza contou a hostória “É mamífero que fala, néh?”, sobre amamentação, baseada na obra da nutricionista Vanessa de Abreu Barbosa Fernandes e pelo médico Dr. Moisés Chencinski, do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), lançado neste ano. Em seguida, o pediatra da Rede Municipal de Saúde, dr. Rogério Tuon convesou de forma interativa com o público sobre Aleitamento Materno.
 

PARTICIPANTES

“Vim em busca de mais informações para que eu possa amamentar minha filha com segurança”, disse Vanda Carmezini, 25, que estava com sua filha Sofia, de 9 meses. Ela é atendida pela Unidade de Saúde da Família (USF- Itapuã II) e ficou sabendo do evento no posto de saúde. “Quando me convidaram para participar, aceitei na hora”. Profissional do setor administrativo, Vanda destacou o posição do seu marido, Michel, para que ela cuidasse da filha em tempo integral. “Ele incentivou inclusive que eu pedisse afastamento da empresa para que eu pudesse amamentar minha filha até pelo menos até os 2 anos de idade, pensando sempre na saúde dela e da família”.

 

Vergínia Gonçalves Bosco Vieira participou do MamAção do ano passado, quando estava grávida do João Vitor. Voltou este ano com o menino no colo, aos 7 meses de idade. “Aprendi bastante da outra vez e gosto muito dessa ideia de incentivar a amamentação”, disse. Questionada sobre até quando pretende amamentar seu filho, foi incisiva: “Até quando ele quiser”. Animada no evento, Vergínia brincou com o 'jeitão' do seu marido quando vê a criança chorando: “Dá esse peito para o menino”, ele fala.

 

Da região do USF Monte Líbano II vieram as amigas Cremilda de Assis Anacleto, 32, Monique Alves, 23 e Kelly Mariana Aparecida de Campos, 35, todas gestantes. Decidiram participar do evento porque defendem a importância de a mãe poder amamentar o filho onde quer que esteja: “Temos assistido na TV essa discussão sobre dar mamar em espaço público. Claro que esse é um direito de toda mãe e de todo bebê. E este é um momento de defender o que pensamos”, disse Kelly, que se tornou a porta-voz do grupo. “Pode colocar aí que todas pensam do mesmo jeito”, enfatizou Monique.

 

Doula do Grupo Coletivo Maternália, a mamãe Maria Carolina dos Anjos estava com sua filha Maria Rita, de 1 ano e 8 meses, no MamAção toda empolgada com o que via. “Ganhei minhas filhas em casa (ela tem outra filha com 5 anos). Isso foi muito importante para mim. Porque acredito que o nascimento é um momento único, em que você recebe um ser único. A partir de então passei a colaborar para que as mulheres pudessem ter essa mesma experiência. Para que elas saibam que parto não é dor e sofrimento, muito pelo contrário”. Hoje, Carolina trabalha como voluntária dando apoio aos grupos de gestantes nas unidades de saúde da rede pública, incentivando o parto normal.

 

Hospital dos Fornecedores de Cana, Santa Casa de Piracicaba, Unimed e Secretaria Municipal de Saúde representada pelo Departamento de Atenção Básica e equipe do Pacto pela Redução da Mortalidade Infantil em Piracicaba, com apoio das Secretarias de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam), Ação Cultural e Turismo (Semactur), Educação, Semuttran, FOP-Unicamp, Conselho Municipal de Saúde e Conselho Municipal da Mulher trabalharam juntos para atrair o maior número de mães e bebês ao encontro. Ainda, o Banco de Leite do Hospital Fornecedores de Cana comemorou seus 13 anos de implantação e trabalho em prol dos bebês prematuros e apoio às mães para o sucesso da amamentação.

PALESTRA – Para capacitar profissionais da saúde com informações baseadas em evidências científicas e auxiliar na construção de uma rede de apoio ao aleitamento materno e de empoderamento das famílias, será realizado no dia 07 de agosto às 14 horas, no Salão Nobre da Faculdade de Odontologia de Piracicaba – Unicamp, um simpósio com o médico pediatra Prof. Dr. Marcus Renato de Carvalho, especialista em aleitamento materno. O evento gratuito e com vagas limitadas (inscrição pelo e-mail: dabpira@gmail.com) é direcionado a profissionais de saúde dos municípios de Piracicaba e região, envolvidos com as políticas públicas relativas à amamentação e à saúde da mulher e demais interessados.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Piracicaba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.