Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019

11/7/2019 - Piracicaba - SP

.: Prefeitura lança concurso para escolher árvore símbolo do Jardim Botânico




da assessoria de imprensa da Prefeitura de Piracicaba

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), lança concurso para a escolha da árvore que será símbolo do Jardim Botânico de Piracicaba. Os participantes poderão fazer a escolha votando em cinco espécies. Todas elas são nativas das florestas de Piracicaba.

Dividido em três áreas distintas - uma anexa ao Parque do Engenho Central; uma no Santa Rita, no entorno da lagoa do bairro, onde já funciona o Viveiro Municipal, e uma no Parque Natural da Cidade, situado em Santa Teresinha (Rodovia SP-304) – o Jardim Botânico terá área de mais de 860 mil metros quadrados.

O objetivo do concurso é envolver o maior número de pessoas no processo de criação do Jardim. A votação para a escolha da árvore ocorrerá de duas formas: pela Internet, no link http://bit.ly/EscolhaArvore, já aberta a votação que seque até 15 de julho, e em agosto, entre os alunos dos 5º anos das escolas da Rede Municipal. O resultado será divulgado em agosto.

O concurso da árvore símbolo do Jardim Botânico de Piracicaba conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e Educativa FM, Herbário ESA (professores Vinícius Castro Souza, Marcelo Machado Leão e Flávio Leão); Associação dos Amigos do Jardim Botânico, por meio do seu associado fundador Urbano Campos Ribeiral Júnior e Rede Brasileira de Jardins Botânicos, por meio do seu presidente, João Neves Toledo.

arvores montagem

Conheça as espécies candidatas:

Jequitibá-rosa (Cariniana legalis): árvore símbolo do Estado de São Paulo e uma das maiores árvores do Brasil, podendo atingir até 50 metros de altura. Possui flores brancas com detalhes em vermelho. Algumas árvores desta espécie chegam a 3.000 anos e há majestosos exemplares delas na Estação Ecológica de Ibicatu, unidade de conservação situada no município de Piracicaba.


Tamboril (Enterolobium contortisiliquum): árvore com flores amarelo-claras e fruto semelhante a uma orelha. A madeira é leve e flutua facilmente, o que fez com que fosse intensamente utilizada para produção de canoas e barcos no passado, inclusive nos estaleiros nos arredores do rio Piracicaba, por isso sua importância histórica para Piracicaba, principalmente no que diz respeito ao início da industrialização.

Caviúna (Machaerium scleroxylon): A espécie ocorre desde o Nordeste brasileiro até o Paraná. Apresenta tronco cascudo com espinhos e flores roxas. A madeira apresenta longa durabilidade e é uma das mais bonitas da flora brasileira, tendo sido no passado uma das mais utilizadas na fabricação de móveis de luxo, devido à beleza da sua coloração, com tons castanhos e amarelados.

Pau-marfim (Balfourodendron riedelianum): É uma árvore muito alta, com flores amarelas, que foi intensamente explorada no século XX, no Estado de São Paulo, devido à madeira clara, utilizada em móveis de luxo. A coloração da madeira remete às presas dos elefantes, a partir da qual era produzido o marfim, e por isso a árvore recebeu esse nome. Consta de listas de espécies ameaçadas de extinção.

Peroba-rosa (Aspidosperma polyneuron): É uma árvore muito robusta, possui flores amarelas e madeira muito densa e durável, o que fez com que fosse intensamente explorada no interior de São Paulo para a produção de móveis, janelas, portas, entre outros. Consta de listas de espécies ameaçadas de extinção.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Piracicaba Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.